You are currently browsing the category archive for the ‘CCCA Heliópolis’ category.

CCA-HELIOPOLIS

Público – Crianças (2 turmas de 15)
Grupo: Daniela, George, Vini, Ana Reis, Marcos (Batata)
Educadora – Solange, Natália e Tatiane
1. BONECAGEM – brincando de representar
O ser humano é capaz de repetir as ações e as intenções dos outros e também pode se
divertir fazendo isso. Todos nós já tentamos alguma vez mostrar para um grupo os
movimentos, as palavras e as maneiras de uma pessoa, ou reproduzir os gestos e a voz
de alguém. Na maioria das brincadeiras aparecem cenas imaginárias ou cenas da vida
real e do cotidiano.
Em nossas brincadeiras, também podemos usar nossa imaginação. Ela nos permite criar
coisas novas e fantásticas, como nos sonhos, nos contos e nos filmes. Podemos dizer
então que, com a observação e a imaginação construímos histórias, inclusive aquelas
que fazem parte do nosso imaginário e realidade, histórias de vidas nas quais
representamos como se fôssemos outra pessoa, ou, para usar um termo do teatro, como
se fôssemos uma personagem. As histórias podem ter cenas em que muitas ocorrem
com os personagens, e assim, sem sabem, inventamos um enredo.
Quando brincamos usamos ainda objetos que servem para representar o que quisermos.
Assim, um pedaço de madeira pode se tornar um cavalo ou uma espada, uma folha de
árvore, uma nota de dinheiro ou um peixe, uma cadeira vira um tronco ou um carro e
assim por diante.
Ao propormos o trabalho com as crianças, o fizemos em conjunto com as educadoras e
essas se propuseram de forma positiva, explicamos que o objetivo da Bonecagem, seria
um trabalho lúdico para as crianças (de faixa etária entre 05 a 12 anos) e que a intenção
da proposta era se fazer uma reflexão em forma de brincadeira onde após a confecção
dos bonecos cada criança poderia entrevistar uns aos outros e falar das motivações,
sonhos, desejos e memórias presentes nas abstrações do boneco. Assim, o boneco se
faria produto da realidade dessas crianças.
A confecção dos bonecos fora parte do processo de aprendizagem, pois estimulara ao
nosso ver a imaginação das crianças onde com criatividade cada uma produziu sua
fantasia, interagindo uns com os outros e experimentando materiais recicláveis onde o
lixo servira de fonte para criação dos bonecos, contribuindo na formação de uma
consciência ambiental. Depois da construção dos bonecos, houve a interação das
crianças com sua criação, compondo a personagem desse boneco através das
improvisações: através da voz e dos movimentos do boneco.
2. DESCRIÇÃO DOS TRABALHOS E ENCONTROS
• Contato com as crianças e educadores – brincadeiras, desenhos e pinturas 30/out ok!
• Reunião com as educadoras – desenvolvimento conjunto das propostas 06/Nov ok!
• Execução dos bonecos (2 turmas de 15 cada); 13/Nov ok!
• Interação e entrevistas com os bonecos feitos pelas crianças; 27/Nov ok!
• Construção de cenário sugerido pelas educadoras 27/Nov – (não fora executado);
• Apresentação de vídeo na UNAS com o trabalho das crianças e entrevistas feitas por
eles aos bonecos criados – dia 04/Dez.

3. JUSTIFICATIVA DA AÇÃO DESENVOLVIDA PELO GRUPO PARA A
REALIZAÇÃO DO TRABALHO

A arte está intimamente ligada à natureza e a paisagem, principalmente a natureza do
nosso próprio ser. Através dessa da feitura dos bonecos, pretendíamos que as crianças
tomassem consciência do espaço vivido como forma de intervir em suas histórias e
realidades. Uma vez que a arte é capaz de potencializar o cotidiano de cada um.

4. REGISTROS

Anúncios

CCA-HELIOPOLIS
Público – Adolescentes (2 turmas)
Grupo: Daniela, George, Vini, Ana Reis, Marcos (Batata)
Educadora – Solange, Natália e Tatiane
1. PERCEPÇÃO DA PAISAGEM

O trabalho com os adolescentes se deu inicialmente com a apresentação da proposta aos
educadores envolvidos e aos próprios jovens. Nesta apresentação discutimos os
objetivos da atividade e agendamos na seqüência as datas e horários das ações. Este
reunião aconteceu no dia 04 de Novembro, ficando marcado para todas as quartas as
demais atividades até seu fechamento.
Ao caminhar pelo bairro de Heliópolis podemos observar uma riqueza imensurável
presentes nas paisagens construídas e humanas. São comerciantes informais nas ruas,
meninas debruçadas nas janelas, senhoras a conversar no meio metro de calçada
disputando espaço com os carros. Mesmo assim, um espaço praticado, vivido
centímetro a centímetro, observa-se a colaboração dos vizinhos ao ajudarem
mutuamente, as crianças andando de bicicleta ou jogando futebol nas ruas asfaltadas, as
casas simples de vermelho-cerâmico e aparente onde a trepadeira roça e encontra alento,
e de pouco em pouco esverdeia a pequena casa presenteando seus habitantes com o
perfume exalado e com a cor de sua flor alamanda-amarela.
No dia 11 de Novembro fomos com aqueles jovens a executar as trilhas por eles
elegidos na semana anterior. Preparamos os equipamentos de captura e dispomos em
seus corpos. O primeiro trajeto de descrição da paisagem fora feito em direção a
lavanderia e o segundo ao campo de futebol. Estas capturas das paisagens sonoras e
suas ‘pistas’ serviriam aos demais do grupo para que os mesmos o fizessem com os
olhos vendados e acompanhados de guias a segurar suas mãos, enquanto isso os demais
do grupo de adolescentes tratariam de registrar por meio de fotografia e vídeo o
processo do trabalho e a paisagem visual capturando momentos e situações do
cotidiano.
No dia 18 de Novembro, fomos ao Heliópolis com a intenção de executar a ação de
percepção da paisagem, no entanto, um problema de força maior impediu que nosso
equipamento funcionasse com êxito. Assim, aproveitamos o dia para refazermos uma
das trilhas por ter ficado comprometido e inaudível a descrição da paisagem feita por
um dos adolescentes na semana seguinte. Explicamos a situação e nos comprometemos
a executarmos a ação na semana seguinte.

No dia 25 de Novembro, levamos o material que precisávamos para sair com os
adolescentes pelo bairro, o som fora repassado com sucesso. Saímos do CCA com os
adolescentes e a educadora Natália. O grupo se dividiu entre os que estavam a praticar a
ação de percepção e os que estavam a registrar a ação e ainda assim a perceber de outra
forma, pelo olhar.
No caminho alguns estranhamentos por parte do publico, o que já esperávamos que
assim fosse. Dois ficaram a escutar as descrições do caminho a ser seguido, um deles
era parte do grupo de adolescente e a outro do grupo da FAU, pensamos em imergir na
ação de forma uníssona para aproximarmos linguagens e sensações e nos colocarmos de
forma horizontal com o grupo de adolescentes. Enquanto isso os demais estavam a
registrar as ações, colaborar no processo de entendimento e direcionamento a ser
tomado e na condição de guia daqueles que estavam de olhos vendados.
Imaginamos com essa “brincadeira” contribuímos para que eles venham a se perceber
no lugar e a perceber os valores presentes nas construções sociais e nas riquezas
culturais da família Heliópolis.
2. DESCRIÇÃO DOS TRABALHOS E ENCONTROS
• Contato com os adolescentes e educadores – apresentação e discussão da proposta do
GRUPO FAU ao CCA HELIOPOLIS – 04/Nov ok!
• Captura da paisagem sonora de Heliópolis com 2 adoslecentes 11/Nov ok!
• Cancelamento da ação e refazendo a paisagem sonora ; 18/Nov ok!
• Execução da ação com os adolescentes 25/Nov – ok!
• Apresentação de vídeo na UNAS com o trabalho dos adolescentes em vídeo e fotos –
dia 04/Dez.

3. REGISTROS

PROJETO ARTE NO HELIÓPOLIS

Este blog integra o NÚCLEO DE ESTUDOS DA PAISAGEM DO LABCIDADE da FAUUSP, em parceria com a UNAS do Heliópolis. Fundamenta-se na proposição da Espiral da Sensibilidade e do Conhecimento (http://espiral.org.br). Todo o trabalho é concebido de forma colaborativa e espera-se que o blog favoreça uma construção pública dessa experiência, que se quer fundada em princípios éticos, solidários, autogestionados, emancipadores, priorizando o desenvolvimento da sensibilidade artística, do conhecimento, do compromisso com a transformação da paisagem em que vivemos e promovendo uma cultura de paz.

RSS paisagens vivenciadas e aprendizagem em processos colaborativos

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 2 outros seguidores

visitantes

  • 9.950 hits
Anúncios