You are currently browsing the category archive for the ‘CCCA Mina’ category.

1º Dia:
– Primeiro contato com as unidades.
– Grupo não estava completo
– Takeo: Único a visitar a unidade Mina
Juliana: Visitou o CCCA Imperador
Melissa e Joana se juntaram ao grupo na semana seguinte.

2º Dia:
– 1º dia do grupo completo na unidade
– Conversa com educadora e crianças, entender o funcionamento da unidade
– As crianças estavam desenvolvendo um trabalho sobre Aleijadinho.
– Passeio pela Heliópolis, guiado pelas crianças (Euler, Weuler, Jonas e Raísa), acompanhado pela educadora Ana. Fizemos o percurso que as crianças normalmente fazem para a casa delas, passamos pelo rio, que está sendo canalizado e visitamos o espaço que integra a escolinha com a unidade da ETEC Heliópolis.
Deste passeio notamos:
– A maioria das crianças mora perto da unidade da Mina.
– Durante o passeio, percorremos a única rua arborizada que vimos até agora em Heliópolis, onde foram plantadas árvores pelos próprios moradores, segundo informação das crianças.

3º Dia:
– Aplicação de Atividade
– Houve um atraso na chegada da maior parte do grupo, por este motivo a atividade começou sem a presença do grupo completo. Foi proposto que as crianças fizessem um desenho do local em que moravam. A intenção era observarmos o local de moradia das criança através de suas visões.
– Pudemos notar representações de caráter diferentes:
– Desenhos de fantasia:
Modelo de desenho de criança (casa com telhado de duas águas, com nuvens, gaivotas e a família
– Desenho bastante fantasioso:
Uma criança (chamada Pablo) fez um desenho da casa bem pequena num canto da folha e o resto do campo foi preenchido com caminhôes e outros elementos que contavam uma história, que foi explicada pelo próprio autor do desenho, em exposição após a atividade. Foi um desenho bastante narrativo.
– Desenhos mais realistas:
A maior parte dos desenhos. Casas com lajes planas, escadas que dão acesso à laje. Representação das casas visinhas, de serviços visinhos (Lan House) e ruas.
Em muitos desenhos estava presente representações de fogo – incendio ocorrido recentemente em casa próximas ao rio.

4º Dia:
– Elaboração da proposta:
– Participantes: Mércia, Leiliane, Raísa, Euler, Weuler, Melissa, Joana, Takeo e Juliana.
– Crianças manifestaram um sonho de ter um espaço de exposição próprio para expôr seus trabalhos, em que eles fossem reconhecidos como obras de arte, como num museu. Este desejo da crianças será aplicado na exposição final:
Será feito um varal, no qual estarão pendurados os trabalhos realizados nas nossa atividades, que sairá da unidade do CCCA Mina e entrará na quadra onde formaria uma espiralconvergendo para o centro. O varal mostraria o percurso do trabalho desenvolvido com as crianças.

– Pontos a serem abordados nas atividades: tridimensionalidade, utilização de materiais reciclados, reflexão sobre espaço público (praça, parque)
A proposta:

Fazer uma transição progressiva da representação bidimensional (desenho) à tridimensional (modelo).
– 1º Momento: (desenvolvido no 3º dia)
Desenho do local em que residem
– 2º Momento:(Realizado hoje, 5º dia)
Iniciar uma reflexão sobre a praça
O que gostariam que existisse numa praça ou parque
Trabalho desenvolvido com desenho e colagem de materiais reciclados em base de papel craft (transição do bidimensional para o tridimensional).
Ao final, elaboramos uma lista, com idéias deles, de elementos que poderiam estar presentes num parque em Heliópolis.
Avaliação da atividade: Deixamos as crianças livres para colocarem no papel o gostariam que houvesse num parque. Notamos ao final que elas ainda não tem muito bem formado os elementos que constituem uma praça, aparecendo idéias como praia.
Com base nisso, fizemos algumas adaptações na atividade nas próximas semanas.
– 3º Momento:
Exposição de exemplos (através de imagens) de espaços públicos num aspecto geral e, posteriormente, exemplos de espaços públicos aplicáveis à realidade de Heliópolis (ruas, parques lineares, pequenas praças). Conversa sobre a exposição com as crianças.
Iniciar a produção de elementos tridimensionais que irão compor uma maquete do parque.
– 4º Momento:
Continuação da produção dos elementos para a maquete
-5º Momento:
Elaboração da maquete final que será apresentada no centro da espiral que estará na exposição, como produto final do nosso processo de trabalho.

Anúncios

PROJETO ARTE NO HELIÓPOLIS

Este blog integra o NÚCLEO DE ESTUDOS DA PAISAGEM DO LABCIDADE da FAUUSP, em parceria com a UNAS do Heliópolis. Fundamenta-se na proposição da Espiral da Sensibilidade e do Conhecimento (http://espiral.org.br). Todo o trabalho é concebido de forma colaborativa e espera-se que o blog favoreça uma construção pública dessa experiência, que se quer fundada em princípios éticos, solidários, autogestionados, emancipadores, priorizando o desenvolvimento da sensibilidade artística, do conhecimento, do compromisso com a transformação da paisagem em que vivemos e promovendo uma cultura de paz.

RSS paisagens vivenciadas e aprendizagem em processos colaborativos

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 2 outros seguidores

visitantes

  • 9.950 hits
Anúncios